Outro Eu

Não tivesse feito erros, fossem mais acertos meus, teria onde deitar a cabeça, descansada de pesar tanto em tentar se arrepender. Nada lembra mais tanta certeza, esquecida esta a natureza em desperdiçar cada escolha nas incertezas do desejar. Queria por querer mudar, sabia por saber sonhar e nada mais se deixou ser o mesmo. Mudando e modelando os dias que me foram entregues, esqueço as noites que me seguem por novamente ter o sol do amanhecer, disposto a correr o risco de riscar o céu azul. Desejaria ser outro eu que carregasse essas pequenas explosões, despedaçando essas fantasias ancoradas no nascer de todos os dias. Faria então nova linha a ser trilhada, diferente daquela arruinada por tantas escolhas diferentes de quando se tem ou pensa. Desfeito de meu eu, teria então novos cansaços, vividos e mal trilhados, mas não os mesmo que antes me atormentaram. Cometeria novos erros, ilegalidades imorais, tolices da juventude, perdidas sem razões e incontroladas pelas experiências da vida. Desperdiçada pela nova partida e a subseqüente jornada seguinte estão as motivações de um novo ser, que não sabe realmente escolher nem como não mais esperar. Decidir pela incerteza e pedir para voltar, caso erre, que venha outro em meu lugar.

19 comentários:

    Decidir pela incerteza,

    AdOrEi!!!

     

    caminhos... sempre caminhos..
    muito bom Leonard..
    beijo

     

    Em caso de dúvida, fique com a certeza. Beijos, ma chère. Au revoir.

     

    Adorei seu espaço,estou te seguindo te aguardo no meu cantinho fique com DEUS muita luz nno seu caminho :)!
    http://mariahkely.blogspot.com/

     

    "Mudando e modelando os dias que me foram entregues, esqueço as noites que me seguem por novamente ter o sol do amanhecer, disposto a correr o risco de riscar o céu azul."
    AMEI COMPLETAMENTE !

     

    Sempre há um outro eu e sempre haverá. Cabe a nós decidir qual deles terá a sua chance em dado momento da vida. E realmente está aí a dificuldade. Ótimo texto como sempre Leo.
    Abraços!
    Kenny Rosa

     

    Muito lindo, não há como saber se erraremos ao tentar... de arrependimentos somos cheios a chave é o que cada um faz com eles.

    Lindo texto, amei.
    Passa?
    http://complexospensamentos.blogspot.com/

     

    muito bacana a forma com que vc escreve.




    paz!

     

    Os erros constroem a gente. Você se expressa tão bem, belíssimos pensamentos.

     

    ei Leonard...
    ja estou te seguido por aki...
    gostei do blog

     

    Agradeço por compartilhar seus pensamentos com os meus, vim fazer o mesmo e posso afirmar: grata surpresa.
    Belíssimo trabalho.

     

    Obrigada pela visita ao ETERNO, estou te seguindo para não te perder de vista, afinal seu blog me agradou muito.

    Um abraço.

     

    Não achei selo....TopBlog

     

    Essa inconstância atinge a nós todos...vontade ser outros,de ver e vive de outra forma. Até constantar que esse involucro não tem devolução...Os poetas tem seus dias de angústia, desses saem ótimas poesias. Beijos

     

    como sempre um lindo texto. muito bom :)

     

    obrigada por gostares do meu blog e por me seguires :)
    também gostei do blog, e deste texto.

     

    Mesmo quando percebemos o outro eu, não deixa de ser um nova interpretação de si. Por isso gosto d epensar que sou várias representações de mim...

     

    LIKE!

    ;)

     

    Este é omeu preferido, por enquanto. Gostaria, de um dia, poder lê-lo antes de cantar uma música no meu espetáculo.

    parabéns, Leo, virei seu fã.

    João Pinheiro

     
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Blogger Templates by Blog Forum

http://meublogtemconteudo.blogspot.com/