Menina da Montanha

Numa montanha, muito além do horizonte existia uma casa, nela havia uma menina, que perdeu o pai que tinha e a mãe que não durou. Sem ninguém em casa, triste ela sorria, sem saber direito o que era, ela amava. Todo dia caminhava pela manhã, toda noite ela nadava com as estrelas, tudo que conhecia era a solidão e tudo que comia para ela, tinha gosto de cereja. Aprendeu a pescar com o pai, com a mãe aprendeu perdão, com a vida aprendeu sozinha que tudo passa, mas lembrança fica. Sentada comendo uma maça, com gosto de cereja na boca, sentiu o vento soprar, levando do varal uma peça de roupa. Mesmo com toda pressa, a moça não conseguiu alcançar. Perdeu seu vestido azul, feito de fios de céu, pois da montanha nunca tinha saído e não sairia, nem por isso. Voltou a desenhar nuvens e conversar com as folhas da árvore, até que vento bateu novamente levando nova vaidade. Agora era seu vestido dourado, feito de raios de sol, não poderia ter sonhado em perder algo tão caro ao seu coração. E mesmo no desespero, novamente por inteiro, perdeu a corrida. Mesmo com aperto no coração, e lágrima no rosto, a menina novamente não descia. Foi até o varal e prendeu tudo que tinha, dali nada saia, pensou “nem o vento tira”. Apesar de segura, quando sentia ventania, corria para suas roupas, com medo de perder o que tinha. Eis então que noite veio e vento traiçoeiro via que a menina que sorria triste, agora na cama dormia. Aproximou-se do varal e soprou tudo que tinha, lençol estrelado, vestido de prata da lua, todo enxoval flutuava na noite nua. Quando acordada, viu que mais nada tinha, gritou com o vento e sua grosseria, enquanto isso o vento ria. Foi então que decidida, pegou o último vestido que tinha, feito de flores do campo e bordado de fantasia. Começou a descer a montanha, na trilha que quase não existia, a cada passo que dava, novo vestido ela via. Chegando no pé da montanha, viu seu vestido de fios de céu, adornando uma cabana ao pé da montanha. Um menino saiu com um sorriso, sem motivo nem juízo, olhou para a menina fantasiada de fantasias e da cabana tirou o vestido. Olhou com olhar ferido, desejoso e carinhoso o que nunca tinha visto. E o vento, então sorriu e então perguntou para o destino “Se era essa a sua intenção, por que então tudo isso? Não bastava deixar curioso ou deixar os dois de sobreaviso?”. O destino sem precisar, riu das palavras ditas e respondeu ao querido vento “Não seria destino sem escolha, não faria sentido, o amor esta no que vê e não no que é ouvido”. E assim seguiu destino, sem razão de assim ser, procurando sem motivos novos caminhos para tecer.

24 comentários:

    Que texto perfeito *-*
    Realmente, nosso destino é feito de escolhas xD

    bjus =*

     

    novos caminhos.. vida!
    belo texto.. relendo ..
    beijos e bom findi

     

    Meu Deus, que texto lindo. *-*
    Com uma musicalidade legal. Adorei.
    O destino é só uma desculpa pra não assumir responsabilidades, mas as escolhas são sempre nossas.

     

    Muito doce!

     

    que blog bonito

     

    Texto lindo, essa menina na verdade vestia-se com seus próprios sonhos, vestia-se com o que tinha de mais belo ao seu redor, com o singelo brilho do luar, como os raios apaixonantes do sol, e com a simplisidade e o encanto do luar.
    Parabéns por se expressar atrvés de palavras tão lindas.

     

    Que lindo! Adorei!
    Passando para lhe desejar um bom final de semana!
    Beijos meus

     

    Ameeeeei!!!
    Muita coisa pra se pensar aqui!!!
    Me vi no meio dessa história, sendo a menina com tanto medo de ir... e com seus "sonhos" sendo roubados...
    Menino, vc é poetaaa...
    Bjks mil!

     

    Nossa, lindo. As rimas são deliciosas, gosto de cereja rs.

     

    Bem escrito!

     

    E que nós não deixemos tudo nas costas do destino.
    - Lindo texto, Leonard.

    Beijogrande!

     

    Tudo é bacana por aqui, textos, título perfeito... Suas palavras nos incitam a ficar e ler até o fim.

    Ando caminhando, sem saber ao certo pra onde, porém sem jamais parar.

    Lindo!

    Se me permitir, estou ficando.
    Beijos.

     

    “Não seria destino sem escolha, não faria sentido, o amor esta no que vê e não no que é ouvido”. E assim seguiu destino, sem razão de assim ser, procurando sem motivos novos caminhos para tecer.
    Nossa ameii, lindo mesmoo !
    estou ti seguindo bjos .;*

     

    Belo e tocante...Porque me faltam talvez, mais palavras para expressar o quanto gostei, me fez lembrar um texto que li ontem: "a menina que vendia fósforos".

     

    Definitivamente, o texto é encantador, adorei a história e maneira de como você escreveu. O Blog e os textos são ótimos, Parabéns.

     

    Adorei o blog, segui (:

     

    Olá Leonard,
    seu blog é muito lindo e tem uma sensibilidade de música...
    Gostaria de convidar você para uma visita lá no meu blog também. Comentários são bem vindos.

     

    Lindo blog e você escreve magnificamente bem. Sua imaginação vai longe, ein! Amei demais. Adorei tuas escritas. Pode acreditar; tens aqui uma querida leitora de tuas palavras. Beijos. Au revoir (:

     

    Um texto com muita sensibilidade, Leonard!
    Quem nos dera, permitir que o vento falasse e conduzisse vez por outra nossos caminhos, quem nos dera ainda, a sagacidade de dar os creditos às nossas escolhas, tanto quando o destino nos compensa, quando ele nos falha!
    Adorei!!
    Beijao e bom comecinho de semana!!

     

    Magnífico o texto. Você sempre surpreende. Peço sua permissão para postar em meu blog algum de seus textos. Grato!
    Kenny Rosa (http://cronicandocomvoce.blogspot.com)

     

    Oi!

    Acabei de conhecer seu blog, e o que posso dizer é que nunca mais deixarei de vir aqui! Muito bom o que vc escreve!

    Parabéns!

    http://bethiamorim.blogspot.com/

     

    Por que não vim logo ler esse texto em? hauhua muuuito lindinho, gosteei muito dele!

     

    Este comentário foi removido pelo autor.

     

    Nota mil ..gostei tomara quee le ache o meu destino para tercer me trazendo uma pessoa para amar ..

     
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Blogger Templates by Blog Forum

http://meublogtemconteudo.blogspot.com/